Jesus Cristo

(Mt 1.18-25; Mc 10.45; Jo 1.1-14; 1Co 15.3-8; Rm 3.21-26; 8.31-34; Ef 1.20-23; Fp 2.5-11; Cl 1.15-20; 2.9; 1Tm 2.5-6; Hb 1.1-4)

Jesus Cristo, o Filho unigênito de Deus, é o Verbo eterno e encarnado, concebido de maneira sobrenatural pelo Espírito Santo e nascido de uma virgem, Maria. Ele foi perfeito em sua natureza, ensino e obediência. Ele é verdadeiramente Deus e homem. Ele sempre esteve com Deus e é Deus. Por meio dele todas as coisas vieram a existir e foram criadas. Ele existia antes de todas as coisas e por meio dele e da sua palavra poderosa todas as coisas subsistem. Ele é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação e nele habita a plenitude da divindade corporalmente. Ele é o único Salvador dos pecados do mundo, pois ele derramou o seu sangue e morreu uma morte vicária na cruz do Calvário. Pela sua morte em nosso lugar, ele revelou o amor de Deus e confirmou a justiça de Deus ao remover a nossa culpa e nos reconciliar com Deus. Após nos redimir do pecado, ao terceiro dia ele ressuscitou corporalmente do túmulo, derrotando a morte e os poderes das trevas. Em seguida, apareceu a mais de 500 testemunhas ao longo de um período de 40 dias, dando diversas provas convincentes da sua ressurreição. Ele subiu aos céus de onde, à destra do Pai, ele intercede continuamente pelo seu povo e reina como Senhor de todos. Ele é o Cabeça do seu corpo, a Igreja, e merece a adoração, devoção, serviço e obediência de todos.